Publicidade

Claudir Ceareta

Grupos sociais: O resultado de suas ações III

As políticas públicas voltadas para a criança e o adolescente, que estiverem bem estruturadas e sendo desenvolvidas por grupos sociais sérios e competentes podem, com o passar do tempo, colaborar e muito na erradicação da fome, discriminação e abandono. Nestes outros grupos sociais, inclui-se a escola quer seja ela pública ou privada, esta tem um papel fundamental na formação de novos cidadãos, pois cabe a ela transmitir conhecimentos para que o ser humano venha a ser no futuro um profissional na área em que ele vier a atuar, (entenda-se que a escola prepara para a vida profissional - Educação, respeito, honestidade para com os outros quem deve ensinar são os pais e mães).

Em todo e qualquer local de trabalho existe o bom e o mau profissional, estes últimos só vem trabalhar para receber o seu salário no final do mês e na rede de ensino também existe este tipo de falso profissional e que acaba muitas vezes, devido a sua falta de profissionalismo e boa vontade, denegrindo todo um ambiente de trabalho e pondo em risco um trabalho de equipe. Mas não podemos e nem devemos generalizar pois temos o grupo dos bons educadores, os quais se empenham no seu trabalho, dedicando-se com muito amor e carinho aos seus alunos (fazendo muitas vezes o papel de pai e de mãe - principalmente quando estes são omissos-, servindo chás para dores de cabeça ou dando um colo, uma atenção carinhosa).

Muitos são os problemas que uma escola enfrenta, em alguns casos a falta de espaço físico adequado, bem estruturado e também a falta do apoio de alguns pais e mães (portanto não são todos os pais e mães que são omissos), acaba agravando a situação.

A escola que recebe bem estes pequenos e que tem na sua equipe de trabalho profissionais sérios e comprometidos na função de educar que dá atenção e bem estar aos alunos, contribui para a evolução e o crescimento dos mesmos dando oportunidades de surgirem novas amizades.

Sabe aquele ditado que diz o seguinte: Uma andorinha sozinha não faz o verão, pois então, a escola só vai conseguir produzir algo de bom se os pais dos seus alunos realmente assumirem o compromisso de educar e socializar os seus filhos e, também serem membros ativos do meio escolar em que eles estão inseridos. Caso contrário poderá ocorrer a evasão escolar e a marginalização dos mesmos.