Publicidade

“Uma educação pelo movimento seria, talvez, uma educação através do movimento?”
A frase que abre o artigo deste colunista é do Professor Doutor João Batista Freire e nos cabe pensar se as manifestações corpóreas podem ser uma atividade motora onde a educação desta se dá através da educação física ou é apenas um fenômeno tipicamente humano.
Para tanto devemos discutir o que a Educação Física quanto matéria pedagógica deve abordar metodologicamente pra que a educação motora seja desenvolvida através da educação pelo movimento.
Eu como futuro professor de Educação Física posso garantir que esta educação não é apenas um fenômeno tipicamente humano, onde Robinhos, Ronaldos, e outros craques do futebol enaltecem estes movimentos como algo tão comum, que apenas é necessário no dito país do futebol largar uma bola para as crianças brincarem nas aulas de Educação Física.
Este paradigma deve ser mudado através de aulas que priorizem o desenvolvimento motor da criança, dando igualdade de conhecimento para aqueles menos habilidosos ou aqueles que foram desfavorecidos na educação tão desigual de nosso país, onde possam se desenvolver com esta educação do movimento de corpo inteiro.