Neste sábado 24 de agosto 59 anos que o Brasil perdia o presidente mais popular e querido do país. Até hoje a sua morte é um mistério que os historiadores buscam desvendar. Realmente Getúlio se matou ou foi morto? Getúlio Dornelles Vargas nascido na fronteira, em São Borja. Cresceu em meio às idéias positivistas que eram presentes no Estado em função do governo de Júlio de Castilhos. Formado em Direito ingressou na política se filiando no PRR, Partido Republicano Rio Grandense.

Em 1909 elegeu-se deputado representando sua terra natal. Com uma série de repressões da política do Interventor do Estado Borges de Medeiros se retirou do cargo e entrou na Escola de Cadetes. Pouco tempo depois deu a volta por cima e elegeu-se novamente. Em 1928 após fazer parte do ministério, foi nomeado como Interventor do Estado. No ano seguinte concorreu à presidência da República porem foi derrotado.

Seu nome ficaria conhecido no cenário nacional em 1930 quando faria uma Revolução que entraria na História do Brasil, acabando com a política Café com Leite que consistia na alternância do poder no governo entre Minas Gerais, maior produtora de leite e São Paulo a maior produtora da Café do país.

Logo que assumiu o poder Getúlio tomou várias medidas criou ministérios como o do trabalho, indústria e comércio. Para o beneficio dos cafeicultores que sofriam perdas de vendas desde a crise de 29, comprou os estoques de café. Getúlio ganhou o povo ao criar as leis trabalhistas, como: redução da jornada de trabalho para 8 horas, regulamentação do trabalho infantil e direito a repouso semanal remunerado ,férias e o décimo terceiro salário. Após a criação destas leis recebeu o nome de “Pai dos Pobres”, um presidente populista.

Mas o legado de Getúlio não ficaria apenas nas leis trabalhistas, ele também investiu na educação técnica Serviço Nacional da Indústria (SENAI) e o Serviço Nacional do Comércio (SENAC), começou o processo de industrialização no Brasil. Governou durante 15 anos e seu governou passou por diversas fases: provisório, constitucional, ditatorial.

Getúlio foi deposto do governo em 1945, ficou por um tempo afastado e em 1950 foi eleito pelo povo, de onde permaneceria no cargo até a sua morte em 1954. Getúlio foi o presidente que por mais tempo governou o Brasil além de ter criado as leis trabalhistas e ter começado o tardio processo de industrialização, ao mesmo tempo em que soube criar leis para favorecer os trabalhadores, agiu em beneficio da elite, encontentando ambas as partes. Além disso, ele inspirou vários políticos que deram continuidade ao seu legado, foram eles João Goulart ex-presidente do Brasil e Leonel Brizola ex-governador do Rio Grande do Sul.