Estar mais uma vez em livrarias, bibliotecas e de porta em porta oferecendo meu livro será mais uma conquista, muitos já lancei, outros mais virão em breve. Esse com o detalhe do financiamento do Fundo Municipal de Farroupilha-RS e da Prefeitura Municipal de Farroupilha-RS, por isso com a contrapartida de exemplares às escolas e bibliotecas do município.

Há mais de duas décadas tenho imaginado esse momento, pois desde então tive a vontade de transmitir a muitas pessoas a história dessas pessoas que foram à Segunda Guerra e voltaram. Consegui falar com vários deles, na obra cito alguns.

Algo que estamos perdendo a cada ano é essa possibilidade de ter uma palestra, como várias que presenciei, na fala deles da Guerra. Estão quase centenários e mesmo a expectativa de vida estar bem baixo disso, esses ainda se mantem em média superior, mas por pouco tempo.

Poder dividir informações, coletar outras, diretamente com quem esteve no front para mim foi um orgulho muito grande, e quero nessa nova obra conseguir dividir com o máximo número de pessoas essas histórias, detalhes que entendo como relevantes a vida militar e aos que conseguiram voltar e ainda estão vivos para contar essas histórias.

Ter acesso a muitas informações sobre os pracinhas há um bom tempo fez-me resumir nesse livro(segundo sobre questões militares) questões pertinentes a todos que não tem uma relação mais próxima ao Exército Brasileiro, onde a maioria dos que foram para Guerra faziam parte. Ou tem acompanhado de outras formas que não dizem muito com a realidade dos que foram à Itália em 1944 e voltaram com a vitória em meados do ano seguinte.

Saber das preparativas ainda em solo brasileiro de treinamentos e convivências como militares, haja visto que muitos eram civil e nunca tinham antes o contato militar.

A obra é prefaciada pelo coronel Alexander Eduardo Vicente Ferreira, atual comandante do 6ºBCom - Batalhão de Comunicações, de Bento Gonçalves-RS, onde em muitas das atividades o senhor Francisco Pértile, pracinha que lutou nos montes italianos faz-se presente, e recebe as honrarias de ex-combatente, com toque de corneta e menções aos presentes.

 Transcrevo trecho da letra da Canção do Expedicionário, que em muitas oportunidades me emocionei ao escutá-la ou cantá-la, procurando entender como foi a vida desses verdadeiros heróis brasileiros.

Estarei realizando o lançamento literário em vários locais, dois já definidos, no próximo sábado(10OUT) na Feira do Livro de Carlos Barbosa-RS, dia 28OUT, quarta-feira, na Casa de Cultura de Farroupilha-RS, e está em fase de definição o dia de novembro no Bloco H da UCS(Caxias do Sul-RS) e no 6ºBCom, Bento Gonçalves-RS.

Sobre o autor Roque JR

Roque JR é graduando em Sociologia e História na UCS, ambos os cursos mais de 50% das disciplinas cursadas. Fotógrafo há quase três décadas. Lançou sua primeira obra literária em 1999. Editor e historiador, já publicou 18 obras literárias. Foi fundador do CASFF, da UFES, do LEO Clube Farroupilha Imigrante, militante em várias áreas em especial no meio estudantil entre 1987-2014. Atualmente dedica-se a Literatura; à Luta antimanicomial, Saúde Mental e Saúde Pública.

Visitar site do autor

Lista de Artigos de Roque JR