Em um final de semana ensolarado em Caxias do Sul, dezenas de universitários e universitárias passaram horas debatendo o movimento estudantil e os rumos do DCE(Diretório Central dos Estudantes) UCS, bem como propostas em aspectos gerais e nacionais.

Com 158 delegados inscritos, desses, dezenas participando dos vários debates e outras atividades. Houveram em muitos momentos o debate entre os presentes, que também constavam com ouvintes, que tiveram direito a voz, mas não ao voto.

O primeiro debate juntando a Democratização da Mídia e a Terceirização, tendo os painelistas Roberto Carlos Dias e Assis Melo ocorreu na tarde de sábado, dia quatro. Também no sábado houve o ato cultural de combate às opressões. No domingo, dia cinco, o debate girou em torno na redução da maioridade penal e a reforma política, as alterações do estatuto, a votação das teses e as moções.

Houve o acompanhamento dos dirigentes da UNE, Giovai Culao(Vice-sul) e de Marília, departamento de história da UNE; bem como a Coordenadora geral da UEE-Livre RS, Ana Carolini.

Com quatro teses(propostas) que também no domingo foram lidas e colocadas em votação, abrangentes: desde as propostas universitárias da UCS, passando por conjunturas mais amplas e as alterações nos estatutos.

A maior parte das propostas foram consensuais, sem tantas diferenças nas votações, as duas maiores alterações nos estatutos foram de passar para ser presidida por uma pessoa, em conjunto com os demais cargos, deixando de ser três coordenadores gerais; e a possibilidade, se desejar em participar simultaneamente de Diretório(Centro) Acadêmico ou Diretório Regional de Estudantes ao mesmo tempo que ao DCE, com exceção à presidência, à vice- presidência, à tesouraria e à secretaria. Anteriormente a diretoria executiva não poderia realizar simultaneamente essas participações.

Foram apresentadas cinco moções, aprovadas, que o DCE-UCS encaminhará aos destinatários propostos.

 

Sobre o autor Roque JR

Roque JR é graduando em Sociologia e História na UCS, ambos os cursos mais de 50% das disciplinas cursadas. Fotógrafo há quase três décadas. Lançou sua primeira obra literária em 1999. Editor e historiador, já publicou 18 obras literárias. Foi fundador do CASFF, da UFES, do LEO Clube Farroupilha Imigrante, militante em várias áreas em especial no meio estudantil entre 1987-2014. Atualmente dedica-se a Literatura; à Luta antimanicomial, Saúde Mental e Saúde Pública.

Visitar site do autor

Lista de Artigos de Roque JR