Publicidade

Após ouvir muitos casos próximos de AVC - Acidente Vascular Cerebral, e dois com familiares diretos, pretendo dividir nesta coluna, algumas dicas que classifico de muitíssima importância logo que se imagina estar ocorrendo referido problema.

O detalhe que possa ser decisivo é justamente contra o tempo, é convenção a informação que as primeiras quatro horas após passar o AVC são fundamentais para uma boa melhora. Se for isquêmico, a medicação para desobstruir a passagem do sangue pelas finas veias do cérebro fará melhor efeito e evitará sequelas mais graves.

Se o AVC for hemorrágico, o acompanhamento nestas primeiras quatro horas também é fundamental. Tendo sintomas de AVC, em especial repuxar de membros e da face, procure imediatamente o deslocamento até Hospital que possa dar assistência.     

Em nossa região há dois agravantes, um com a alimentação que ingerimos com muita gordura, ocasionando colesterol alto; outro o clima, que com as baixas temperaturas a gordura no interior das veias pode trancar a passagem do sangue.

Quem já acompanhou de perto algum caso acaba tendo certo conhecimento no assunto, seja pelas conversas entre conhecidos, seja com a equipe de saúde que dá assistência, seja pelas pesquisas, hoje tão comuns com o Dr.Google.

Teoricamente hoje há muitas formas de aproveitar ao máximo o limite mínimo de tempo até chegar no tratamento profissional em casos de AVC, esse problema que antigamente era denominado de derrame e, na época, ter um derrame era sinônimo de várias sequelas ou o óbito.

Enfatizou a necessidade de repassarmos ao maior número de pessoas que pudermos, detalhes que possam salvar mais vidas, com detalhes simples, necessários, que centralizam basicamente nas informações corretas e suas aplicações.

Atualmente, com a evolução na saúde de forma geral, é comum escutarmos de dezenas de pessoas a nossa volta já ter passado pelo problema. Muitas delas, se não contassem, nem percebíamos.

Mesmo mantendo ocorrências de óbitos pelo problema, o conhecimento no assunto é fator fundamental para uma melhora desde o momento que for contatado o Acidente.

Imagem: Divulgação/internet

Sobre o autor Roque JR

Roque JR é graduando em Sociologia e História na UCS, ambos os cursos mais de 50% das disciplinas cursadas. Fotógrafo há quase três décadas. Lançou sua primeira obra literária em 1999. Editor e historiador, já publicou 18 obras literárias. Foi fundador do CASFF, da UFES, do LEO Clube Farroupilha Imigrante, militante em várias áreas em especial no meio estudantil entre 1987-2014. Atualmente dedica-se a Literatura; à Luta antimanicomial, Saúde Mental e Saúde Pública.

Visitar site do autor

Lista de Artigos de Roque JR