Publicidade

A questão ambiental e o crescimento sustentável vem ganhando cada vez mais um papel nos planos de gestão empresarial e pública. O crescente rigor da legislação e fiscalização ambiental tem se mostrado um importante estimulador do trade ambiental e da ascendente movimentação comercial na área.

Anova cultura de responsabilidade social e ambiental da empresa está associada a ações sociais, transparência administrativa e conduta ética. Pode ser sintetizada como uma forma de gestão que respeita as relações com seu público e com o meio ambiente, pelo estabelecimento de metas empresariais compatíveis com o desenvolvimento sustentável da sociedade, de forma a preservar recursos ambientais e culturais para gerações futuras, respeitar a diversidade e promover a redução das desigualdades sociais.

Tive a possibilidade de visitar um espaço que evidenciou essa nova cultura: a 5ª edição da Feira Internacional de Tecnologias para o Meio Ambiente (Fiema), que ocorreu entre 24 e 27 de abril, no município de Bento Gonçalves. Em todas as edições, ela teve a preocupação de aproximar um número cada vez maior de empresas e organizações nacionais e internacionais, voltadas na produção de tecnologias para soluções ambientais e no desenvolvimento sustentável. A feira foi organizada pela Fundação Proamb, que procura fazer atividades para transformar a região da serra Gaúcha em um polo de sustentabilidade ambiental.

Um município cresce muito quando também está voltado para eventos, pois cerca de 220 expositores estiveram presentes e mais de 20 mil pessoas passaram pelos espaços da feira, trazendo muitos recursos para a rede hoteleira e gastronômica de Bento Gonçalves.