Publicidade

Quem prestigiou o lançamento do Farroupilha Colonial – o novo roteiro turístico do município – na última sexta-feira, 17, teve uma prova dos encantos que esperam o visitante. Poder público, Sindicato dos Trabalhadores Agricultores Familiares, Emater/RS-Ascar, Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e as sete famílias que estão abrindo as portas de suas propriedades apresentaram o atrativo, com lindas imagens e farta gastronomia, durante cerimônia especial no Espaço Biazolli.

Na ocasião, a turismóloga do Senar, Aline Moraes falou sobre o roteiro como o resultado do curso de Turismo Rural, do qual mais de dez famílias de Farroupilha participaram desde abril de 2017. “Passamos mais de um ano aprendendo sobre planejamento, organização da propriedade, implantação de pousadas, acolhida, roteiros, trilhas e caminhadas ecológicas, implantação dos pontos de venda de produtos agroalimentares típicos e de artesanato, cozinha rural, culinária e restaurantes rurais. Desses encontros, da visão empreendedora e generosa dos participantes nasceu o Farroupilha Colonial. Temos espaços únicos, elementos que valorizam muito a cultura e é claro, muitas coisas pra desenvolver ainda mais. Eu fui recebida de forma muito calorosa e tenho certeza que será assim com todos que visitarem esses locais”, ressaltou. 

O presidente do Sindicato Rural, Márcio Ferrari, falou sobre a importância de investir no interior.

Para o Secretário de Turismo e Cultura, Francis Casali, o trajeto vai ampliar a possibilidade de receber mais turistas. “Nós precisamos ter o que oferecer para o turista, fazer com que ele queira vir e ficar aqui. Tenho certeza que esse roteiro vai colaborar pra fortalecer o nome de Farroupilha como um destino turístico cada vez mais em evidência no estado”. 

O Prefeito Claiton Gonçalves elogiou a disponibilidade das famílias participantes por dividirem seus costumes e suas histórias. “Parabéns a todos vocês que aceitaram a missão de contar as vivências de suas famílias, de mostrar a rotina, de abrir suas casas e mostrarem a cultura dos seus povos. Obrigado por emprestarem suas vidas para esse novo produto”, destacou.

O Farroupilha Colonial possui sete pontos de visitação. São eles, a Casa Canjerana (Linha Boêmios), o Acervo da Bea (Nova Milano), o De Luca Gastronomia Caseira (Nova Sardenha), a Vinícola De Cezaro (Rio Caçador), a Casa da Cultura Sueca (Linha Jansen), o Espaço Biazolli (Linha Jacinto) e o G Parque (Rio Branco), localizados nos 2º, 3º e 4º distritos de Farroupilha.

Através de lendas, construções, utensílios rotineiros, artesanato e alimentos típicos é possível descobrir mais da história dos imigrantes que colonizaram o município e construíram a identidade de um povo com muito trabalho, fé e perseverança. Por todo o caminho, é impossível não se surpreender com as pequenas igrejas e grutas, locais de devoção que até hoje unem comunidades.

De acordo com a turismóloga da Prefeitura, Marisa Poloni, todas as propriedades já estão abertas à visitação e a sugestão é que o caminho seja realizado em mais de um dia. “A ideia é que as pessoas passem por todos os locais, aproveitando ao máximo as experiências oferecidas. Como alguns locais servem refeições e oferecem outras atividades que demandam mais tempo, nossa proposta é que sejam reservados pelos menos dois dias para o passeio”, enfatiza.

 O Farroupilha Colonial pode ser feito de carro, a partir das placas de sinalização para os pontos e de um mapa do roteiro, que será produzido. Também é possível visitar os pontos isoladamente, observando os horários de atendimento ou realizando o agendamento. o projeto também será apresentado na Expointer, no dia 27 de agosto, às 14h, na Casa SENAR. 

 

Pontos de visitação

 

Casa Canjerana

Espaço de natureza e história vivas e preservadas. A experiência inicia com visita guiada pela residência construída com madeira da árvore canjerana, seguindo por uma trilha repleta de pinheiros por onde passa o Sanguanel, um pequeno homem selvagem, que faz quem pisar no seu rastro perder a “tramontana”, ou seja, a direção. Diz a lenda, que esse personagem gostava de andar à cavalo, viver livre e levava as crianças para cima dos pinheiros, onde servia frutas vermelhas nativas e mel. Após esse misterioso caminho, é possível ainda visitar as parreiras centenárias e a casa em alvenaria construída pela família Colle na década de 50, que conserva a decoração e expõe itens utilizados pelos imigrantes italianos e documentos de mais de um século.

Atendimento: Sábados e domingos, sob agendamento

Contato: (54) 99714.8436

Localização: Linha Boêmios – 4º distrito – Próximo a Gruta Nossa Senhora de Lurdes

 

Acervo da Bea

Dopo tanti anni la nostra storia

Em uma residência de 1884, repleta de memórias, o passado traz boas recordações das primeiras famílias que chegaram em Nova Milano, em 1875. No Acervo da Bea é possível voltar no tempo através de inúmeros documentos escritos à caneta tinteiro, diversos objetos utilizados para o trabalho e na rotina dos moradores na época, como roupas, louças de banho, colchões de palha e cobertores de penas. Outros elementos espalhados pelos cômodos demonstram a superação e a evolução do modo de vida destes imigrantes.

Atendimento: Todos os dias, sob agendamento

Contato: (54) 3268.0821

Localização: Avenida Monsenhor Albino Agazzi, nº 436 – Nova Milano

 

De Luca Gastronomia Caseira

Em uma linda residência de 1950 está toda a história da família De Luca e também muitas delicias caseiras, como massas, molhos, pães, cucas e biscoitos. Os itens podem ser encomendados ou ainda saboreados em um café colonial na casa com traços arquitetônicos preservados. Na propriedade também é possível conhecer a criação de animais, a produção de uva e fazer uma trilha até a “Toca dos Bugres”, uma caverna sob o rio onde, conta a lenda, os indígenas passavam as noites e se protegiam do frio serrano.

Atendimento: Todos os dias, sob agendamento.

Contato: (54) 3259.1116 e (54) 99179.9162 (WhatsApp)

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

facebook.com/delucagastronomiacaseira

Localização: Nova Sardenha – 3º Distrito

 

Vinícola De Cezaro

Em 1929, a família adquiriu a propriedade no interior de Farroupilha e apostou na produção de uvas. Sete décadas depois, a fim de garantir uma melhor qualidade de vida à família e um produto diferenciado, a vinícola De Cesaro passou a cultivar uvas orgânicas e produzir sucos, vinhos e espumantes que respeitam o meio ambiente. Com a concretização dessa etapa, a empresa também se aprimora na produção biodinâmica.

Atendimento: Segunda a sexta-feira, das 07h30 às 11h30 e das 14h às 17h30. Sábados e domingos, das 08h às 17h30.

Contato: (54) 3261.8510

Localização: Linha Rio Caçador – 3º Distrito

 

Casa da Cultura Sueca

A Svenska Kulturhuset funciona numa antiga fábrica de cordas de linho, atividade trazida por imigrantes suecos da família Bohm, em 1890. Além de apresentar todo o processo artesanal da produção do linho, desde a semeadura até a fiação, o espaço expõe objetos, utensílios, registros históricos e outros itens que falam do folclore, religiosidade e arquitetura daquele país, além de resgatarem a história da comunidade em Farroupilha. Quem quiser provar as iguarias da gastronomia sueca pode agendar um almoço ou café ou ainda reservar sua mesa no terceiro domingo de cada mês. Nas datas é possível se deliciar com pavlovatårta, kanelbullar, köttbullar, sillsalad e muito mais. Vale a pena descobrir os significados e sabores da cozinha nórdica.

Atendimento: Todos os dias, sob agendamento

Contato: 54 3261.9105 e 99138.4095 ou pelo e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Localização: Linha 47 – Linha Jansen – 2º distrito

 

Espaço Biazolli

Em meio a natureza, a paisagem é linda e o ambiente acolhedor. O Espaço Biazzoli possui estrutura para realização de eventos coorporativos, formaturas, casamentos e outras confraternizações, com uma equipe de profissionais preparada para transformar sonhos em realidade. A família recebe de forma especial seus visitantes e contará em breve com almoço, café colonial e piqueniques.

Atendimento: Todos os dias, sob agendamento.

Contato: (54) 3260.1062 e (54) 98124.3417

Localização: Linha Jacinto – 2º Distrito

 

G Parque

O G Parque Família Giacomini fica no interior de Farroupilha e oferece aventura, lazer, tranquilidade, diversão e alegria para todas as idades, sem esquecer a importância da preservação do meio ambiente. Entre as atividades oferecidas estão caminhada ecológica, que leva a duas quedas d’água, rapel e escalada na pedra. Os visitantes ainda podem aproveitar a piscina e a área para camping com churrasqueiras. O local dispõe de vestiários femininos e masculinos. Os valores para as atividades devem ser consultadas no local.

Atendimento: De novembro a março, sábados e domingos das 9h às 18h

Contato: (54) 99949.0558

Localização: Linha Rio Branco – Vila Jansen – 2º distrito

Fotos: Adroir da Silva | Fonte: Assessoria de Imprensa e Comunicação Social da Prefeitura de Farroupilha

Publicidade