Publicidade

Vereadores aprovaram o Projeto de Lei 44/2017 que exige a presença de vigilantes junto às agências bancárias em tempo integral. A proposição é de autoria do vereador presidente, Fabiano Piccoli e esteve em tramitação na Casa Legislativa desde junho.

 

Durante este período, a Câmara recebeu em Sessão o representante da Federação dos Bancos (Febraban) que posicionou-se contrária ao projeto, por entender que a vigilância humana é ineficaz para esses casos. Porém na noite de ontem, antecedendo a votação, os vereadores receberam o presidente do Sindicato dos Vigilantes de Caxias do Sul e região, Claudiomir da Silva Brum que apoia a sanção do PL 44/17.

Segundo o presidente do sindicato, a profissão de vigilante foi criada justamente para agências bancarias, expandindo-se posteriormente paras as demais áreas do comércio, indústria e residenciais. O vigilante realiza um curso de 18 dias e a cada dois anos pratica uma reciclagem, para estar apto aos serviços designados.

Outras cidades, como Bento Gonçalves e Caxias do Sul, já adotaram a obrigatoriedade. Após a sanção do prefeito municipal, os estabelecimentos tem o prazo de 180 dias para se adequarem.

Foto: Gabriel Venzon | Fonte: Câmara de vereadores de Farroupilha