Publicidade

Na próxima semana, empresa vencedora de licitação instalará equipamentos nos veículos da prefeitura

A Prefeitura Municipal de Farroupilha aposta na tecnologia para gerar mais economia de combustível, garantir maior segurança para os servidores e também para os veículos, manter a eficiência e a transparência do serviço público, além da preservação da frota. O sistema de rastreamento dos automóveis, máquinas e caminhões começa a ser instalado na próxima semana e dentro de 30 dias deverá estar com operação plena. Quando funcionar, o sistema vai registrar a que horas o veículo partiu, por onde o passou, o tempo que gastou, quem estava dirigindo e a que horas retornou.

Por meio da licitação 111/2017, na modalidade pregão eletrônico, realizada no mês de agosto, foi contratada a empresa Vigillare Sistemas de Monitoramento, de Santa Maria, que vai instalar, a partir da segunda-feira, dia 4 de setembro, os equipamentos para fazer os registros da localização do veículo através do Sistema de Posicionamento Global (GPS), que serão transmitidos em tempo real ao centro de processamento de dados da empresa. Além disso, a prefeitura também acessará, pela internet e em tempo real, os dados da movimentação de toda a frota, com possibilidade de pesquisa a históricos de deslocamento.

Com a instalação dos equipamentos e manutenção mensal, o investimento inicial será de R$ 108 mil nos primeiros 12 meses. Se o contrato com a empresa for prorrogado, haverá apenas o custo de manutenção dos equipamentos e do serviço, que fica em torno de R$ 7,5 mil mensais para o próximo ano para a frota de 110 veículos.

Considerando o investimento baixo comparado com o benefício, o Secretário Municipal de Gestão e Desenvolvimento Humano, Vandré Fardin, acredita que a economia que será gerada vai compensar. “Apenas nos combustíveis, estimamos uma economia de 30% com a implantação do sistema”, declara. Segundo ele, com o monitoramento e controle da frota, serão evitados ainda mais os desvios de rota e a utilização incorreta dos veículos por parte dos servidores que por ventura possam ocorrer. Além disso, o sistema também pode gerar menos custos com manutenção. “Sendo monitorados, os motoristas certamente terão um cuidado ainda maior com os veículos, evitando danos”, salienta o secretário.

Sobre a segurança que o sistema proporcionará, Fardin garante que a frota e os próprios servidores estarão mais protegidos. Apenas o funcionário cadastrado e autorizado a utilizar determinado veículo poderá dar a partida e um controle remoto poderá impedir que o veículo seja acionado. “Se for necessário deixar a frota toda parada no final de semana, teremos este controle, evitando até mesmo o furto dos veículos e, caso ocorra, poderemos localizar e rastrear o seu paradeiro”, exemplifica.

Outro ponto positivo do investimento é a transparência dos serviços. Uma vez que o cidadão venha a questionar a presença de determinado veículo em algum local, o sistema poderá investigar se o servidor responsável está a trabalho, o que está fazendo e qual é o objetivo do deslocamento. “Por meio da Ouvidoria da Prefeitura, o cidadão pode questionar, denunciar e colaborar com o nosso trabalho e teremos condições, por meio do sistema, de dar as explicações e responder as dúvidas do nosso contribuinte. Com tudo isso, ganha toda a comunidade, qualquer ação feita dentro da prefeitura a comunidade precisa saber e tem o direito de saber”, salienta o secretário.

Foto: Divulgação | Fonte: Assessoria de Imprensa e Comunicação Social da Prefeitura de Farroupilha