Publicidade

Para esse trabalho de mapeamento participaram 28 voluntários do IFRS, além dos profissionais da Biblioteca Pública Olavo Bilac, da Caravan Studios a equipe Trillium Transit Solutions.

 

O Projeto Feito na Biblioteca/Bybus tem como objetivo viabilizar um aplicativo para dispositivos moveis, como smartphones,  para a melhoria da disponibilização de informações acerca do transporte público de Farroupilha. Este projeto está sendo desenvolvido pela ONG americana Caravan Studios, que trabalha com desenvolvimento de aplicativos em parceria com as bibliotecas públicas de municípios selecionados.

O foco da Caravan Studios é o projeto de aplicativos como resolução de demandas oriundas da sociedade. Essa etapa teve o apoio técnico da Trillium Transit Solutions para organizar os dados coletados para o formato GTFS (General Transit Feed Specification), o qual alimenta o aplicativo.

Como produto final do projeto ByBus, este mapeamento será disponibilizado em uma base de dados mundial, de onde os mais diferentes aplicativos que proporcionam o serviço de visualização das informações dos sistemas de transporte públicos poderão fazer a extração dos mesmos para seus aplicativos. O objetivo é oferecer suporte do transporte público de Farroupilha para os aplicativos. Inicialmente será disponibilizado no APP Transit (https://transitapp.com/) e mais tarde no Google Maps (http://maps.google.com), ambos disponíveis de forma gratuita nas lojas de aplicativos para os sistemas Android e iOS.

Na quinta-feira, 30 de novembro, os trabalhos ficaram concentrados no Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS) – Campus Farroupilha, onde foi realizada reunião da equipe para estudo e planejamento do mapeamento e o treinamento dos voluntários. Na sexta e no sábado, 01 e 02, os voluntários atuaram no processo de mapeamento dos itinerários. Cada voluntário recebeu um GPS e percorreu diversas rotas urbanas da empresa Bento Transportes.

Por fim, no IFRS, a equipe da empresa americana Trillium, que gerencia o processo de mapeamento, e da Caravan Studios, se reuniram com voluntários para inserção das informações no sistema. Nesta etapa de cadastro no sistema, verificações de qualidade das informações (como ajustes do ponto de parada exato e entre outros) foram realizadas pela equipe.

 


Gestor do Projeto, Richard Abisla, da Caravan Studios

 


Chris Perry, especialista de apoio técnico da Trillium

 


Aaron Antrin, diretor da Trillium Transit Solutions

 


Treinamento dos voluntários do IFRS

 


Treinamento com o GPS dos voluntários ao redor da quadra da Biblioteca

Para esse trabalho de mapeamento participaram 28 voluntários entre alunos, servidores e professores do IFRS, coordenados pelo professor Felipe Sampaio, além dos profissionais da Biblioteca Pública Olavo Bilac, o gestor do Projeto da Caravan Studios, Richard Abisla, e a equipe Trillium Transit Solutions, Aaron Antrim e Chris Perry.

Richard Abisla, da Caravan Studios, ressalta que “ biblioteca não é um depósito de livros, mas sim um local para dar suporte à comunidade”. Acrescenta ainda que “aqui na Biblioteca Pública Olavo Bilac os servidores são muito receptivos, interessados em assuntos que beneficiam a comunidade, ajudam as pessoas e estão todos de parabéns. ”

 

 

Sobre a Caravan Studios

A Caravan Studios é uma organização sem fins lucrativos com sede em São Francisco, EUA, e há dois anos atua no Brasil com o Feito na Biblioteca, que tem projetos e quatro cidades do Rio Grande do Sul e cinco e Minas Gerais.

A ONG acredita que as comunidades devem se envolver profundamente no desenvolvimento de ferramentas para resolver problemas que elas enfrentam. E as pessoas não precisam ser programadoras para fazer isso.

Um dos projetos é o Feito na Biblioteca irá criar APPs para celular que conectam o público aos recursos de dados governamentais abertos. Fazendo uso do design de processo de 5 passos da Caravan Studios, o Feito na Biblioteca juntou tanto os usuários assíduos das bibliotecas, quanto aqueles que não o fazem com tanta frequência, para discutir sobre áreas onde a tecnologia pode ser útil e resolver problemas locais. Trabalhando em duas capitais, Belo Horizonte (Minas Gerais), e Porto Alegre (Rio Grande do Sul), a Caravan Studios tem feito Generator sessions [sessões Geradoras], Eventos de Design, e tem trabalhado com nove bibliotecas brasileiras para apresentar os protótipos dos apps desenvolvidos pelas comunidades.

Além de um esforço conjunto com especialistas temáticos nos locais de trabalho, o método da Caravan Studios visa:

 

Saiba mais em http://www.caravanstudios.org/pt

Fotos: Divulgação | Fonte: Assessoria de Imprensa e Comunicação Social da Prefeitura de Farroupilha

Publicidade