Publicidade

O Executivo Municipal vetou o Projeto de Lei 091/2017, que define obrigações de pequeno valordecorrentes de decisões judiciais que não caibam mais recursos, para que sejam pagas pela Fazenda Pública sem necessidade de expedição de precatório. O Projeto foi aprovado com emenda modificativa.

O Projeto original de autoria do Executivo determinava como pequeno valor a quantia de 15 salários mínimos, porém em discussão na Casa Legislativa, mudou-se, através de emenda modificativa, de 15 para 20 salários mínimos o valor considerado.

A emenda ocorreu após uma solicitação feita pela OAB subseção de Farroupilha. Porém, segundo o documento que veta o Projeto, a definição é de competência  do Prefeito Municipal, cuja mudança reflete no Orçamento Municipal com um aumento de despesas.

O projeto retornará à Câmara de Vereadores para nova discussão e votação, juntamente com a apreciação do veto, na primeira semana de Fevereiro.

Fonte: Câmara de vereadores de Farroupilha