Publicidade

Somente neste ano, quatro contêineres já foram destruídos na cidade

Um contêiner amarelo (lixo seletivo) ficou completamente destruído na madrugada desta quarta-feira, 21, na Rua Cel. Pena de Moraes esquina com Rua Tiradentes. Os vândalos atearam fogo e o deixaram no meio da rua. Os moradores do local acionaram os bombeiros para conter o incêndio.

Este foi o segundo registro de vandalismo registrado em menos de uma semana. Na sexta-feira, 16, outro contêiner havia sido incendiado. E no mês de janeiro, dois deles foram destruídos na Avenida Santa Rita. Em 2017, 12 contêineres foram destruídos na cidade.

De acordo com o Diretor Presidente da Ecofar, Flávio Lopes, essas ocorrências de vandalismo oneram ainda mais o município e a comunidade. “Um contêiner custa em torno de R$ 1.200,00. O conserto e a limpeza são de responsabilidade da Ecofar, já a compra deles é realizada pela Prefeitura. Ou seja, é o dinheiro do contribuinte que poderia ser investido em outras prioridades. ”

Ainda de acordo com Flávio, Farroupilha tem 416 contêineres, mas para suprir a necessidade, seriam necessários mais 80.

 

Dois contêineres foram queimados na avenida Santa Rita no dia 10 de janeiro.
 
Na última sexta-feira, 16, o fogo destruiu um contêiner de resíduo orgânico.
 
Na madrugada desta quarta-feira, 21, na Rua Cel. Pena de Moraes, os vândalos atearam fogo e deixaram o contêiner no meio da rua.

Foto: Divulgação | Fonte: Assessoria de Imprensa e Comunicação Social da Prefeitura de Farroupilha

Publicidade