Publicidade

Conae 2018 recebeu mais de 300 participações. Objetivo é implantação de sistema nacional.

A etapa municipal da Conferência Nacional da Educação de 2018 (Conae 2018) ocorreu na noite desta quarta-feira, dia 25, em Farroupilha. Por meio da internet, foram recebidas mais de 300 participações que serão avaliadas e comporão o documento que será levado para a fase estadual do planejamento.

Segundo a Secretária de Educação Elaine Giuliatto, a Conae serve para definir os rumos da educação no país e a projeção é que seja criado um sistema nacional para balizar o ensino, ao contrário do que existe hoje, onde cada um dos Estados e Municípios implantam as suas formas de ensinar separadamente. “A etapa municipal tem significado muito grande, pois aparecem ali todas as questões, os desafios e todos os rumos que a educação brasileira vai tomar daqui para a frente e o mais desafiador é a implantação do sistema nacional”, declara a secretária.

Segundo Elaine, outra questão importante é o financiamento da educação. “Através da Lei de Responsabilidade Educacional, deverá ser definida a responsabilidade de cada um dos entes federativos, os percentuais a serem investidos com a educação e aí entram as questões dos royalties do petróleo entre outras questões que devem ser debatidas”, enfatiza.

Fotos: Adroir da Silva | Fonte: Assessoria de Imprensa e Comunicação Social da Prefeitura de Farroupilha