Publicidade

Na manhã desta terça-feira, 22, durante reunião na Prefeitura de Farroupilha, o Instituto de Saneamento Ambiental (ISAM), da Universidade de Caxias do Sul (UCS) apresentou proposta para a implementação da logística reversa de resíduos sólidos no município, prevista no Plano de Gestão de Resíduos Sólidos (PMGIRS). Na ocasião, além do poder público também participaram a Ecofar, empresários, representantes da CICS, CDL e Sindilojas.

    O objetivo do encontro foi discutir o anteprojeto com as entidades representativas do setor produtivo para que, em conjunto, construam um modelo eficiente de operação e gestão de resíduos reversos. Conforme a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), a responsabilidade pelo ciclo de vida de produtos como embalagens plásticas de óleos lubrificante, lâmpadas fluorescentes, produtos eletroeletrônicos, medicamentos, pneus, pilhas e baterias, linha branca (geladeiras, fogões, máquinas de lavar, etc) e volumosos (móveis, estofados, etc) é uma responsabilidade compartilhada pelo poder público, fabricantes, importadores, distribuidores e comerciantes.

    A partir das sugestões colhidas na reunião o ISAM/UCS – contratado pelo poder público para auxiliar no desenvolvimento do melhor modelo a ser adotado – continuará os levantamentos de informações sobre os resíduos reversos, de necessidades para implantação da logística reversa, desenvolvimento da Estação de Transbordo de Resíduos Reversos e o Licenciamento ambiental prévio.

Foto: Adroir da Silva | Fonte: Assessoria de Imprensa e Comunicação Social da Prefeitura de Farroupilha

Publicidade