Publicidade

Executivo dará início à elaboração do projeto técnico para implantação de monitoramento.

A instalação de Registradores Eletrônicos de Velocidade nas rodovias que circundam Farroupilha irá garantir maior segurança para o município por meio do convênio assinado na manhã desta segunda-feira, dia 28, entre o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer-RS) e o Executivo Municipal. Agora, a prefeitura irá encaminhar a elaboração do projeto técnico para contemplar até 18 câmeras de monitoramento que possibilitarão a identificação das placas dos veículos em tempo real. O estudo deverá ser concluído dentro de um mês para, posteriormente, abrir licitação para aquisição ou aluguel dos equipamentos.

O cercamento eletrônico deverá contemplar os principais pontos de acesso e saída de Farroupilha, em trechos de grande trânsito de veículos das rodovias RST-453, VRS-813, RS-122 e RS-448. Pela propostas, deverão ser instaladas câmeras especiais que identificam as placas de veículos e verificam a situação junto ao banco de dados de órgãos de segurança, formando um cinturão nas principais rodovias de entrada, circulação e saída do município. Isso possibilitará identificar veículos em situação de furto, roubados ou com documentação irregular.

Na Serra Gaúcha, já são três municípios que terão o sistema integrado à uma Central de Monitoramento em Porto Alegre. Para o prefeito Claiton Gonçalves, é muito importante este investimento em segurança. “Teremos um sistema moderno para de fluxo e tráfego. Para isso, fizemos um trabalho interno para buscar o monitoramento. Temos sofrido uma defasagem importante no número de homens e soldados  e precisamos nos instrumentalizar junto com a região, não podemos ficar de fora disso”, declarou Gonçalves. “É a modernidade, é mais rápido, o olho eletrônico é mais ágil e nos oferece informação mais precisa. Aliaremos a isso a nossa Guara Civil Municipal que estará capacitada para atuar junto à Brigada Militar e à Polícia Civil”, disse o prefeito.

O convênio com o Daer prevê, ainda, a inclusão dos Autos de Infração de Trânsito, a Emissão de Demonstrativos das Infrações, Julgamento de AIT’S e Arrecadação de Multas Aplicadas. O Município de Farroupilha será responsável pela instalação e manutenção dos equipamentos e parte dos recursos arrecadados pelas infrações detectadas ficará com o Município de Farroupilha.

 

Funcionamento

As câmeras registram fotos de cada veículo que passa pelo trecho monitorado e, a partir da placa, é acessado o banco de dados da polícia e do Detran para verificar os casos que constam como roubo ou documentação vencida. Confirmada a irregularidade, o sistema emite um alerta para os órgãos de segurança para que seja feita abordagem e tomadas as devidas providências.

Além da instalação dos equipamentos na rodovia, o projeto também prevê uma central de monitoramento que irá acompanhar, operar e manter o sistema tecnológico. A operação será realizada por servidores da Guarda Civil Municipal concursados em certame a ser realizado ainda neste ano.

 

Benefícios do cercamento eletrônico

  • Agilidade no combate à criminalidade ao identificar veículos suspeitos
  • Melhoria da segurança no município, reduzindo trânsito de criminosos nas rodovias da região
  • Identificação de veículos em situação de roubo e furto
  • Identificação e fiscalização de veículos com documentação irregular e aplicação de penalidades
  • Projeto economicamente sustentável
  • Parte do valor arrecadado com multas retorna para investimento no município
  • Reduz a demanda por policiais nas rodovias

 

Locais de instalação e quantidade

  • Quilômetro 63 da RST 453 – 2
  • Quilômetro 118 da RST 453 – 4
  • Quilômetro 02 da Rodovia dos Romeiros – 2
  • Quilômetro 01 da VRS 813 – 2
  • Quilômetro 59 da RS 122 – 2
  • Quilômetro 55 da RS 122 – 3
  • Quilômetro 55 da RS 448 – 2

Foto: Adroir da Silva | Fonte: Assessoria de Imprensa e Comunicação Social da Prefeitura de Farroupilha