Publicidade

O empresário Gilberto Galafassi esteve na Câmara de Vereadores durante a sessão de segunda-feira relatando aos parlamentares, e público presente sua experiência ao percorrer os 800 quilômetros de Santiago de Compostela. Sua participação teve como objetivo referenciar modelos possíveis de serem adotados em Projetos como o “Caminhos de Caravaggio”.

Galafassi caminhou cerca de 20 quilômetros por dia, saindo da França e chegando 40 dias depois na Catedral de Santiago na Espanha. O percurso, utilizado a mais de 1.200 anos foi ganhando cidades em seu entorno, as paisagens e a cultura histórica, segundo o empresário, eram os estímulos encontrados para seguir peregrinando.

Com grande número de sinalizações e albergues ao longo do caminho, o trajeto era percorrido no turno da manhã, para evitar o Sol forte. As maiores preocupações dos peregrinos eram a saúde física e fatores climáticos.

Os vereadores parabenizaram a conquista do farroupilhense e buscaram entender as interferências do Poder Público neste roteiro. Segundo Galafassi, o local é abraçado pela comunidade que recepciona de forma afetiva os turistas, e as responsabilidades de segurança e sinalização dividem-se entre Governo e Igreja, podendo haver albergues públicos e privados aos peregrinos que buscam descansar.

Galafassi esteve na Câmara por solicitação do vereador Fabiano Piccoli, que teve seu requerimento aprovado por todos os vereadores.

Fotos: Gabriel Venzon | Fonte: Câmara de vereadores de Farroupilha

Publicidade