Publicidade

Comitiva farroupilhense reuniu-se com o Departamento de Assistência Hospitalar e Ambulatorial (DAHA) que faz parte da Secretaria Estadual da Saúde para encaminhar a necessidade de mais recursos ao Hospital São Carlos.

Entre os membros da Comitiva estavam o Poder Legislativo com dez dos quinze farroupilhenses, a Secretaria Municipal da Saúde, Rosane da Rosa, a diretora do Hospital, Janete Toigo, o presidente da CICS, Daniel Bampi, OAB Farroupilha através do presidente Rafael Colloda e representantes dos deputados estaduais Álvaro Boessio e Sérgio Turra.

Ao lado da secretária Rosa, o presidente do Legislativo, Fabiano Piccoli, salientou que está difícil para o Executivo suportar mais aportes à entidade. Atualmente o Executivo Municipal repassa cerca de um milhão e meio de reais por mês ao São Carlos.

Recebidos pelo dr. Francisco Zancan Paz, a comunidade explanou sobre a situação financeira e a estrutura do São Carlos disponível ao Estado, sugerindo a inscrição da entidade hospitalar no programa “Portas de Entrada”, cujos serviços permitiriam um aporte de 200 mil reais a mais por mês. Atualmente, conforme a secretária da Saúde, o Estado repassa cerca de 90 mil reais por mês.

Segundo Zancan Paz, o programa “Portas de Entrada” tiveram suas inscrições encerradas em Agosto de 2015 não podendo reabri-las pois o sistema público trabalha dentro de orçamentos já estipulados. Analisando a região da Serra e a referência regional que é o Hospital São Carlos, o Governo do Estado se compromete em analisar outras formas de aumentar o repasse à entidade.

Além da Comitiva de Farroupilha, prefeitos e secretários Municipais de São Vendelino, Feliz, São Marcos, Antônio Prado e Ipê estiveram juntos buscando novos serviços ao São Carlos.

Fotos: Gabriel Venzon | Fonte: Câmara de vereadores de Farroupilha