Publicidade

O dia 26 de junho marca a data escolhida pela Organização das Nações Unidas (ONU) como o Dia Internacional de Combate às Drogas. O uso de drogas é um mal social em todo o mundo. Segundo dados do Relatório Mundial sobre Drogas da ONU, cerca de 5% da população mundial entre 15 e 64 anos, que corresponde a uma média de 243 milhões de pessoas, usam drogas ilícitas.

De acordo com Ministério da Saúde, a magnitude do problema do uso abusivo de drogas verificada nas últimas décadas, vem adquirindo proporções tão graves que nos dias atuais torna-se um problema de saúde pública mundial. Nesse cenário, o problema é refletido em vários segmentos sociais devido à sua relação com acidentes de trabalho, violência domiciliar e crescimento da criminalidade.

São diversos os motivos que levam uma pessoa a se envolver ao vício das drogas. Os fatores de risco e de proteção para o uso abusivo de drogas – sejam lícitas e/ou ilícitas – não são estanques, atravessam o próprio indivíduo, seu meio, o ambiente escolar e familiar, ocorrendo em inúmeras vezes num âmbito comunitário, partilhando com o convívio dos pares.

Saber como lidar com a situação que está posta é essencial. O tratamento, a orientação e acompanhamento de um profissional competente, como um psicólogo, assistente social, psiquiatra, são de extrema importância para o próprio dependente e para aqueles que têm que lidar com a situação. O Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS AD) é um local que pode oferecer uma rede de apoio para o tratamento. 

Em Farroupilha, o CAPS AD para usuários de álcool e outras drogas, existe desde 2004. O serviço atende em horário estendido, das 8 às 18 horas, sem fechar ao meio-dia e todas as quintas-feiras com horário até às 20 horas. O CAPS AD está localizado nos fundos do serviço CAISME, na Rua Papa João XXIII, n° 640, bairro Imigrante. O quadro de profissionais é composto por enfermeira que também coordena o serviço, técnica em enfermagem, psicólogos, assistente social, atendente, higienizadora, redutor de danos, oficineira, arte-educador, médico psiquiatra, médico clínico. As atividades desenvolvidas pelo CAPS AD acontecem em ambiente aberto e acolhedor. Estas são realizadas com objetivos e propósitos, para construção de vínculo com o usuário, tornando mais fácil sua adesão ao tratamento. ATENDIMENTOS EM GRUPO: – Grupo de Tabagismo – Grupo de Familiares – Grupo de Prevenção de Recaídas – Grupo de Habilidades Sociais – Grupo de Apoio – Grupo de Psicoterapia com Mulheres OFICINAS TERAPÊUTICAS: São espaços terapêuticos e de convivência que visam desenvolver habilidades sociais de enfrentamento, melhora da auto estima e desenvolvimento psicossocial. Trata-se de um espaço de produção de saúde e de reconstrução de projetos de vida através de terapias expressivas. Estas atividades auxiliam no desenvolvimento da autonomia, facilitando o trânsito social do usuário na família, na cultura e inserção ou reinserção no mercado de trabalho.

Foto: Divulgação | Fonte: Assessoria de Imprensa e Comunicação Social da Prefeitura de Farroupilha

Publicidade