Publicidade

Na última semana, a Secretaria Municipal de Saúde e a Associação Farroupilhense Pró-Saúde promoveram uma ação alusiva ao Dia Mundial de Luta Contra as Hepatites Virais, na Praça da Matriz.

Os resultados surpreenderam. Além da distribuição de 3 mil folders de orientação, de 3,6 mil preservativos masculinos e 532 femininos, foram realizadas 104 vacinas contra a Hepatite B e 45 testes rápidos para o diagnóstico de Hepatite B, C, sífilis e HIV.

As Hepatites B e C são inflamações do fígado. Apesar de serem conhecidas como doenças silenciosas, pois na maioria dos casos os portadores não apresentam sintomas, é bom estar atento a alguns sinais, como cansaço excessivo, febre, mal-estar, tontura, enjoo, vômitos, dor abdominal, pele e lhos amarelados, urina escura e fezes claras.

Para evitar a contaminação, use camisinha; não compartilhe agulhas e seringas; não use lâmina de barbear de outras pessoas; utilize seus próprios instrumentos de manicures e pedicure e exija materiais esterilizados ou descartáveis em estúdios de tatuagens e serviços de saúde.

O Calendário Básico de Imunização Infantil prevê, desde 2104, a vacinação contra a hepatite A em dose única, para todas crianças aos 12 meses de idade (ou até menores de 2 anos).  A hepatite B está disponível para pessoas com menos de 49 anos e públicos de maior vulnerabilidade. Ambas estão disponíveis em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Farroupilha. Contra a hepatite C, ainda não há vacina. Do ano 2000 até agora, foram diagnosticados 990 novos casos de Hepatite B no município.

Fotos: Divulgação | Fonte: Assessoria de Imprensa e Comunicação Social da Prefeitura de Farroupilha

Publicidade