Farroupilha recebeu, na noite da última quinta-feira (27), o estilista brasileiro de renome internacional Alexandre Herchcovitch para um talk show sobre o tema “Cenários, Perspectivas e Tendências do Mercado da Moda” no auditório do Sindilojas. Ao total, 250 pessoas lotaram o evento realizado pelo Senac do município para lançar a novidade da nova estrutura: os cursos na área da Moda. O talk show foi mediado pelo docente do Senac Canoas Iran Marcon, designer de Moda formado pela Faculdade Senac Porto Alegre, com cursos no Istituto Europeo di Design em Milão, Itália.

A diretora do Senac Farroupilha, Evandra Scottá, fez a abertura do evento destacando a área da Moda, que agora integra o portfólio de cursos do Senac na cidade. Para Evandra, “Farroupilha é reconhecida como a capital nacional da malha, uma das vocações econômicas do nosso município. Por isso, o Senac atuará com cursos na área da moda, qualificando a mão de obra na Cidade e região.
Alexandre Herchcovitch falou por cerca de 1h30 sobre temas diversos como o impacto das tecnologias no mercado da moda, seu processo criativo, sobre o mercado brasileiro da moda, sobre a À La Garçonne (marca para a qual trabalha atualmente), entre outros assuntos. Além disso, destacou diversos fatos de sua extensa carreira. O estilista comentou sobre as oportunidades que teve, como de criar o vestido utilizado por Gisele Bündchen, na abertura das Olimpíadas 2016. “O tempo de trabalho e a experiência me trouxeram muitas oportunidades. Eu também me propus a atuar em vários segmentos de criação – joiais, objetivos, móveis. Sempre fiz tudo com muita disciplina e objetividade, aplicando a metodologia que fui desenvolvendo com meus próprios erros e buscando sempre compreender e ouvir o outro”, acrescentou.

​Iran Marcon era o mediador do Talk Show - Foto: Carolina Grossini

A questão da sustentabilidade também permeou sua fala para o público. Questionado sobre qual conselho daria para as empresas que estão começando e para as malharias da região, o estilista afirmou: “A sustentabilidade não era um assunto abordado há 25 anos, mas agora tornou-se fundamental. Esse consumo consciente existe, o consumidor quer saber de onde o produto veio, quem fabricou, para onde vai e se vai poluir. Isso não é uma tendência, é uma crescente. É um fato que vai impactar as marcas sempre daqui por diante”, coloca.

Vale destacar que, além de desenhar diversas coleções, Alexandre criou mais de mil produtos licenciados entre cama, mesa e banho, óculos e relógios, móveis, tapetes, tecidos entre outros. Herchcovitch também trabalhou como diretor de criação na Zoomp, Cori e Rosa Chá. Nas passarelas da São Paulo Fashion Week de 2016, estreou como estilista da À La Garçonne. A marca, que foi criada em 2009 por Fábio Souza, tem um forte apelo na sustentabilidade e no reuso de materiais.