A instalação de rede, coleta e tratamento do esgoto de Farroupilha foi a pauta de mais uma reunião entre a Prefeitura e a Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan), ocorrida na quinta-feira, dia 18. Este foi mais um dos inúmeros encontros para tratar sobre os serviços da autarquia gaúcha no município. Ainda neste ano, o Prefeito Claiton cobrou algumas ações da companhia em Porto Alegre, depois, a superintendência veio a Farroupilha para falar sobre o abastecimento de água e agora a equipe técnica da parte de esgoto esteve na cidade.

Entre as principais cobranças da prefeitura para a Corsan na parte do esgoto, esta a informação precisa sobre o andamento das obras de coleta e destinação do esgoto que já foram iniciadas e paralisadas. Também é necessário saber como estão os projetos e a alocação de recursos para os seis projetos da companhia na cidade. A intenção é saber sobre a situação e também um cronograma para a retomada, continuidade e conclusão de cada projeto.

Além disso, a prefeitura solicitou que a Corsan assuma o sistema de drenagem pluvial e cloacal do Centro da cidade e também da área urbana das comunidades, por meio de estudos de concepção e planejamento.

Outro ponto questionado foi a operação das Estações de Tratamento de esgoto já existentes em alguns loteamentos do município que não estão funcionando e precisam de atenção.

Por fim, foi tratado sobre a realização de projeto para uma segunda estação de tratamento para a bacia do Caí. Alguns possíveis locais para a instalação foram visitados. No lado da bacia Taquari/Antas já existe projeto e terreno adquirido para receber o empreendimento.

Agora, a prefeitura aguarda as respostas sobre os questionamentos tanto sobre o tratamento da água quanto sobre as questões do esgoto para avaliar possíveis aditivos ao contrato de concessão do saneamento.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa e Comunicação Social | Foto: Tomaz Graciliano